Okinawa (沖縄) - História

Antes de começarem a ler este post, gostaria de declarar que utilizei inúmeras fontes, mas uma bem completa para que quiser saber de maiores detalhes é o http://www.niraikanai.wwma.net e o blog http://aki-eyes.blogspot.com. Enjoy it!!!

Durante os séculos 8 e 12, a economia de Okinawa era basicamente sustentada pela agricultura local. Com o desenvolvimento da ilha e o fortalecimento de alguns chefes locais, o reino foi dividido em 3 partes e esse período foi conhecido como Sanzan Jidai (三山時代), e permaneceu de 1322 a 1429. Então o rei Sho Shi Sho conquistou o reino do norte (Hokuzan) e seu filho, Sho Hashi (尚巴志) (1372-1739), do reino do sul (Nanzan) conquistou o reino do meio (Chuzan) em 1404.



Com essa consolidação de poder, o rei Sho Hashi completou a unificação do reino de Ryukyu e estabeleceu sua capital onde atualmente se abriga o castelo Shuri. Aproveitando-se da sua posição geográfica estratégica entre o Japão, China e o sudeste asiático, o reino de Ryukyu (琉球) desenvolveu sua habilidade para navegação e tornou-se uma economia mercante a partir do século 15, realizando as rotas comerciais entre os países citados acima, além de intercâmbios culturais.

Foto do castelo Shuri

Nesta época, ocorreu na China a consolidação da dinastia Ming (明). Devido ao enfraquecimento da China com a queda da dinastia anterior, o país sofreu constantes ataques de piratas formados por comerciantes e samurais japoneses. Com o intuito de proteger seu território, a dinastia Ming utilizou um sistema em que os reinos aliados pagavam tributos ao imperador chinês em troca de proteção e possibilidade de comércio com a China. Essa relação com a China iniciou-se em 1371 e durou 507 anos, até a anexação do reino de Ryukyu pelo Japão.

Neste sistema, o soberano do reino deve jurar lealdade ao imperador chinês e em troca recebe a nomeação como Rei.


Comentários